O primeiro Grand Prix brasileiro de Film em Cannes! E o melhor do último dia do festival

 Надежный кровельный материал для профессионалов своего дела

O Brasil termina sua participação no Cannes Lions 2015 com chave de ouro e Leão de Grand Prix. O País conquistou seu primeiro Grande Prêmio da área de Film Lions, a mais tradicional do festival internacional de criatividade, que completa 62 edições neste ano. O trabalho premiado foi “100”, da F/Nazca S&S para Leica (leia mais e assista abaixo). No total, foram 108 Leões, sendo 91 na competição tradicional e 17 no Lions Health, minifestival independente focado na área de saúde e bem estar. Foram um GP, 18 de ouro, 34 de prata e 55 de bronze.

Veja na matéria acima a avaliação dos presidentes de júri de Film, Film Craft, Titanium and Integrated e Branded Content & Entertainment sobre o motivo da escolha dos Grand Prix, além da análise do jurado brasileiro, Fernando Nobre, vice-presidente de criação da Mullen Lowe São Paulo, que julgou a categoria Film.

FILM

Pela primeira vez em toda a história do Festival de Cannes, o Grand Prix de Film foi para um trabalho brasileiro: o comercial “100”, da F/Nazca para a Leica, com produção da Stink.

 

 

O País ainda ficou com outros dois Leões de Bronze na categoria, para “Ginástica”, da Mullen Lowe e Paranoid para Ducoco; e “Invisible Runners”, da F/Nazca S&S e Urso Morto para Mizuno.

FILM CRAFT

O Grand Prix foi para “Monthy Christmas”, da Adam & EveDDB, para John Lewis Partnership. O filme com o pequeno pinguim desbancou “100”, da F/Nazca S&S para a Leica Gallery, e levou o GP da categoria Film. Entretanto, o trabalho brasileiro ainda levou 2 Leões de Ouro e 3 de Prata.

Além disso, o Brasil também ficou com dois Leões de Ouro (“Everyone is Gay”, da Neogama BBH para a Mix Brazil, e “War on Drugs”, da AlmapBBDO para o Instituto Agarapé) e dois Leões de Prata (“Custom-Made Comercial”, da AlmapBBDO para Volkswagen; e “Breakdance”, da DM9DDB Brasil, para Johnson&Johnson).

<iframe width="960" height="540" src="https://www.youtube look at this web-site.com/embed/iccscUFY860?feature=oembed” frameborder=”0″ allowfullscreen>

BRANDED CONTENT & ENTERTAINMENT

A categoria ficou sem Grand Prix neste ano, e o Brasil levou quatro prêmios. “Coke Thirst”, da J. Walter Thompson para Coca-Cola, foi Leão de Ouro. “Parada Gay no Rádio”, da Ogilvy para a revista Billboard, e “Festival Pule o Anúncio”, da Publicis para a Sony, foram Leão de Prata. AlmapBBDO e “Sensor de fadiga”, criado para a Volkswagen, ficaram com o Leão de Bronze.

 

TITANIUM & INTEGRATED

A vencedora do GP em Integrated foi a Wieden + Kennedy NY, com o trabalho “Re2pect”, uma homenagem ao lendário jogador de beisebol Derek Jeter, que se aposentou no último ano, para a Nike. Já em Titanium, o GP foi para “Emoji Ordering”, da Domino’s Pizza com criação da Crispin Porter + Bogusky. O Brasil não levou nenhum Leão nas categorias.

 

 

Fonte: Inspirad